sábado, 19 de setembro de 2020

As filhas do capitão - Maria Dueñas.

 As filhas do Capitão é um romance escrito por Maria Dueñas, escritora contemporânea da lingua espanhola. 

Maria Dueñas, nesta publicação de leitura fácil narra a história dos desafios encontrados pela família Arenas. Emigrantes espanhóis que buscam melhores dias na América, mais especificamente em Nova York dos anos 30. Muitos desafios, muitos desencontros, muita ilusão, muitas desilusões.Uma narrativa detalhada em mais uma homenagem a mulheres fortes desafiadas pelos sonhos. 

 

sábado, 6 de junho de 2020

Mulherzinhas - Louisa Amy Alcott.


Nasceu na Filadélfia - EEUU - 1832 - dedicada à literatura infantojuvenil.
Primeira mulher a registrar-se como eleitora em sua região.

"Mulherzinhas" foi escrito em 1868, é autobiográfico, e retrata fatos vivenciados pela autora de uma forma a ressaltar os valores de uma boa educação baseada em valores morais, amor à família, amor conjugal,solidariedade, sonhos, e o enfrentamento de situações difíceis vividas durante a Guerra Civil americana. 
Vez ou outra se torna necessário voltar no tempo para compreender as razões das atitudes das quatro irmãs March. 
Foi adaptado diversas vezes para o cinema e ultimamente recebeu o título de Adoráveis Mulheres.
Uma boa leitura!


domingo, 2 de fevereiro de 2020

Retomando as leituras: Mulheres sem nome.


 

















Mulheres Sem nome é o primeiro romance de Martha Hall Kelly, publicitária dedicada à pesquisa sobre fatos da Segunda Guerra Mundial.
Baseado em fatos reais e com  pitadas de ficção descreve a historia de "3 mulheres ligadas por uma guerra, historias de coragem e redenção que atravessam continentes". Um belo romance que inclui a revelação de atrocidades da segunda Guerra Mundial!
A pergunta que é feita após o término da leitura:
"Até onde você iria para honrar a vida daqueles que foram esquecidos?"